Ir para o conteúdo

Prefeitura de Capitólio-MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
10
10 AGO 2022
128 visualizações
Grupo Galpão se apresenta em Capitólio em turnê de comemoração aos seus 40 anos
enviar para um amigo
receba notícias
Capitólio vai receber pela primeira vez, no dia 10 de agosto, às 20 horas, na Prainha, o espetáculo De Tempos Somos, do Grupo Galpão. O projeto reúne 25 canções do repertório do Grupo, além de apresentar textos sobre a passagem do tempo e o processo de criação artística. A apresentação faz parte da turnê do grupo pela Serra da Canastra, em comemoração aos seus 40 anos de existência. As cidades de Vargem Bonita, São João Batista do Glória, Passos e Piumhi também vão receber o grupo.
 
"De Tempo Somos é um espetáculo que nos desafia enquanto atores e nos proporciona uma relação muito direta com o público: uma abordagem diferente dos textos e, principalmente, das músicas, que já fazem parte do imaginário das pessoas que acompanham o Galpão nesses 40 anos - não é por acaso que algumas das canções são dedicadas a elas. Como é bom poder retornar a esse espetáculo, ter a plateia cantando conosco, e perceber que a história do Grupo se renova e se fortalece", destaca Lydia Del Picchia, uma das diretoras do espetáculo.
 
Com direção musical e arranjos de Luiz Rocha, os atores cantam e executam, ao vivo, 25 canções de trabalhos mais antigos como "Corra enquanto é tempo" (1988) e "Álbum de Família" (1990); passando também por "Romeu e Julieta" (1992), "Um Moliére Imaginário" (1997) e "Partido" (1999), chegando até a espetáculos mais recentes como "Tio Vânia" e "Eclipse" (ambos de 2011), além de músicas que surgiram em workshops internos e que chegam a público pela primeira vez. "A cantoria é a celebração do encontro, da festa, da disposição para seguir em frente (apesar de tudo que nos faz pender para o chão!), do espírito libertário e contestador inerente a toda reunião festiva", explica Lydia Del Picchia.
  
De acordo com o secretário-adjunto de Cultura e Turismo, Tiago Goulart, o teatro de rua é importante por promover a democratização dessa arte, ao levar o bem cultural que antes seria consumido apenas em espaços fechados e privados para as ruas, onde encontram as grandes massas. É com muita alegria que nós, da Secretaria de Turismo e Cultura de Capitólio, recebemos o Grupo Galpão em sua circulação pela canastra, mostrando toda a transversalidade da cultura em um sarau emocionante”.
 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.7 - 04/10/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia