Ir para o conteúdo

Acompanhe-nos
18º C
previsão para 21/01/2021
31º C
Quinta-feira, 21 JAN 2021
Prefeitura de Capitólio-MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Curtir
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
DECRETO Nº 394, 27 DE OUTUBRO DE 2020
Assunto(s): Diversos
Em vigor

DECRETO Nº 394, DE 27 DE OUTUBRO DE 2020



“Regulamenta a Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020, que dispõe sobre as ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo Federal nº 6, de 20 de março de 2020, no âmbito do Município de Capitólio/MG, e dá outras providências”.



JOSÉ EDUARDO TERRA VALLORY, Prefeito do Município de Capitólio, Minas Gerais, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Orgânica Municipal e com fundamento no Decreto Legislativo Federal nº 6, de 20 de março de 2020, e considerando a necessidade de regulamentar os procedimentos a serem adotados para efetivação da Lei Federal 14.017, de 29 de junho de 2020:


DECRETA:


Art. 1º. Fica regulamentada em âmbito municipal a Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020, em observância ao previsto no art. 2º, §4º do Decreto Federal nº 10.464, de 17 de agosto de 2020, para a sua aplicabilidade de recursos conforme Lei Municipal nº 2.088 de 27/10/2020 que instituiu o Programa Emergencial de Fomento ao Setor Cultural.


Art. 2º. Os recursos provenientes da Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020, serão distribuídos entre seus beneficiários, conforme disposto no seu artigo 2º, incisos II e III, e, segundo os critérios gerais de distribuição e destinação definidos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentável por meio de Chamadas Públicas Simplificadas e outros instrumentos adotadas para a descentralização dos recursos.


Art. 3º. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável estabelecerá a programação e os critérios gerais de distribuição e destinação dos recursos oriundos da Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020, ouvidos os apontamentos do Comitê de Gestão da Lei Aldir Blanc e/ou do Conselho Municipal de Política Cultural.


Art. 4º. O Município poderá subsidiar espaços artísticos e culturais, micro e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social, conforme disposto no inciso II, do artigo 2º da Lei Federal nº 14.017/ 2020.


Art. 5º. Farão jus ao subsídio mensal as pessoas jurídicas e os coletivos informais que exerçam trabalhos na área da cultura há mais de 24 (vinte e quatro) meses, que estejam com suas atividades interrompidas e que comprovem a sua inscrição no Cadastro Municipal de Cultura devidamente homologado.


Art. 6º. O Município realizará Chamada Pública de Credenciamento para interessados em receber os recursos previstos na Lei Federal nº 14.017/20, Artigo 2º, Inciso II, visando a apresentação da documentação que comprovem o benefício que pretendem receber.

Parágrafo único. Caso o montante destinado ao subsídio de que trata o caput deste artigo, não seja total ou parcialmente aplicado para o fim que se destina, caberá ao Município o seu imediato remanejamento para efetivar a execução do disposto no Inciso III, Artigo 2º da Lei Federal nº 14.017/2020.


Art. 7º. O Município para efetivar a execução do disposto na Lei Federal nº 14.017/2020, Artigo 2º, Inciso III, abrirá Chamadas Públicas Simplificadas para premiações, bolsas, seleção de microprojetos e propostas culturais para atender às demandas do setor cultural local, identificadas por meio do diagnóstico próprio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável com as reuniões setoriais, ou por meio do Cadastro do Setor Cultural homologado,

Parágrafo único. O montante destinado ao fomento de que trata o caput deste artigo não poderá ser inferior a 20% (vinte por cento) dos recursos efetivamente transferidos ao Município, por força da Lei Federal nº 14.017/ 2020.


Art. 8º. O Município fará a prestação de contas dos recursos recebidos em conformidade com as normas e prazos estabelecidos pelo Governo Federal, no Decreto Nº 10.464, de 17 de agosto de 2020, que trata da regulamentação da Lei Federal nº 14.017/ 2020, pelo Tribunal de Contas da União e Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, de acordo com a competência pela origem do recurso recebido, por serem órgãos de controle e fiscalização.

Parágrafo único. A prestação de contas será instruída com parecer da Comissão da Lei Aldir Blanc, além dos demais documentos exigidos.


Art. 9º. O controle e a fiscalização da aplicação dos recursos oriundos da Lei Federal nº 14.017/2020, serão exercidos, além dos órgãos externos, pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável.


Art. 10. Os registros contábeis, demonstrativos, processos e demais documentos relativos à aplicação dos recursos recebidos pelo Município ficarão à disposição da Comissão da Lei Aldir Blanc para consulta a qualquer tempo, bem como dos órgãos de controle e sua publicidade se dará na forma da lei.


Art. 11. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável poderá expedir Resolução para complementar, esclarecer e orientar a execução da Lei Federal nº 14.017/2020.


Art. 12. Este decreto entra em vigor na data da sua publicação.



Capitólio, 27 de Outubro de 2020.



JOSÉ EDUARDO TERRA VALLORY

Prefeito Municipal


Autor
Executivo
* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados
c
Ato Ementa Data
DECRETO Nº 47, 19 DE JANEIRO DE 2021 DISPÕE SOBRE A REGRESÃO À ONDA VERMELHA DO PROGRAMA MINAS CONCIENTE E DETERMINA OUTRAS MEDIDAS PERTINENTES AO COMBATE À PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19) 19/01/2021
DECRETO Nº 046, 12 DE JANEIRO DE 2021 “DISPÕE SOBRE A DESIGNAÇÃO DA FUNÇÃO DE FISCAIS ÀS MEDIDAS DE ENFRENTAMENTO AO COVID 19 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.” 12/01/2021
DECRETO Nº 472, 29 DE DEZEMBRO DE 2020 “Dispõe sobre a atualização da UFICA- UNIDADE FISCAL DE CAPITÓLIO, nos termos da legislação tributária municipal e dá outras providências”. 29/12/2020
LEI Nº 2107, 29 DE DEZEMBRO DE 2020 “Proíbe o manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos ou qualquer artefato pirotécnico, exceto os que produzem efeitos visuais sem estampido ou barulho de baixa intensidade e dá outras providências”. 29/12/2020
LEI Nº 2.106, 29 DE DEZEMBRO DE 2020 “Dispõe sobre alteração da redação do artigo 5º da Lei Municipal nº 2.025/2019 e dá outras providências”. 29/12/2020
Minha Anotação
×
DECRETO Nº 394, 27 DE OUTUBRO DE 2020
Código QR
DECRETO Nº 394, 27 DE OUTUBRO DE 2020
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Informativos da Prefeitura
Cadastre seu e-mail para recever as novidades diariamente
Endereço
Rua: Monsenhor Mário da Silveira, n° 110
CEP: 37930-000
Atendimento
Atendimento de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 11h e das 12h30 às 17h.
Contato
(37) 3373-0300
respostaautomatica@capitolio.mg.gov.br
Redes Sociais
Acompanhe-nos
Versão do Sistema: 2.10.1 - 07/01/2021
© Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Logotipo Instar
Seta
Versão do Sistema: 2.10.1 - 07/01/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia