Ir para o conteúdo

Prefeitura de Capitólio-MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
30
30 MAR 2022
744 visualizações
Prefeitura de Capitólio anuncia reabertura dos cânions do Lago de Furnas
enviar para um amigo
receba notícias

 

O decreto que prevê a reabertura foi assinado na última quarta-feira (23/03) e vale a partir de hoje

 

O prefeito de Capitólio, Cristiano Gerardão, anunciou na tarde de hoje a reabertura parcial dos cânions do Lago de Furnas. O local estava interditado desde o dia 8 de janeiro, data do desabamento da pedra no local. A liberação segue as recomendações apresentadas pelos estudos geológicos e pela Polícia Civil, por meio de inquérito. O decreto prevê que o retorno dos turistas aos cânions ocorra de forma controlada, com redução de fluxo, respeitando limites de distanciamento dos paredões e a entrada das embarcações no atrativo.

 

Entre as medidas obrigatórias a serem adotadas, estão a análise diária para avaliação geológica do atrativo; apresentação do termo de anuência e aceite assinado por todos os passageiros da embarcação, contendo orientações expressas sobre as novas regras de visitação; uso de capacete de proteção e colete salva-vidas em todo o circuito dos cânions; interrupção dos passeios em qualquer ponto dentro do cânion em caso de chuvas e/ou verificação de algum tipo de deslocamento ou movimentação de blocos rochosos ou de solo e delimitação de circuito das embarcações para que a visitação ocorra de forma rotativa.

 

De acordo com o prefeito Cristiano Gerardão, as ações da prefeitura conciliam os estudos técnicos com a necessidade econômica e importância do turismo e dos cânions para toda região de Capitólio. “Estamos executando a partir de hoje a reabertura parcial, seguindo as recomendações presentes nos estudos geológicos e no inquérito da Polícia Civil, e também trabalhando alinhados com a Marinha do Brasil, com um novo ordenamento marítimo de acesso aos cânions, com responsabilidade e sustentabilidade. Vamos continuar trabalhando, pois sabemos a importância do turismo em Capitólio para o estado e o país”.

 

O inquérito da Polícia Civil, apresentado no dia 4 de março, concluiu que o ocorrido foi um desastre natural, sem culpados. Com as recomendações presentes nos documentos, a prefeitura já apurou os pontos que apresentam risco iminente de queda de rocha para executar projetos de contenção com telas de aço nestes locais. As obras vão começar nos próximos meses e terão duração de até um ano. Até lá o decreto segue valendo.

 

Junto com a Marinha, a Prefeitura fiscalizará os trechos dos cânions para que todas as orientações sejam seguidas, com a utilização de lanchas e moto aquáticas. Com a conclusão das obras, haverá reavaliação dessas recomendações para um reordenamento turístico e náutico na região. 

 

O prefeito também falou sobre as expectativas da volta dos turistas para Capitólio. “Esperamos que os visitantes voltem a frequentar a nossa cidade. É um passeio diferente, não só os cânions, mas os outros atrativos da região, como as cachoeiras e o parque. E também aproveitar essa mineiridade que temos aqui, com nosso acolhimento e a comida mineira”, concluiu. 

 

O acidente em capitólio ocorreu no dia 8 de janeiro, com desprendimento e queda de uma rocha no Cânion do Lago de Furnas. A rocha atingiu algumas embarcações e causou 10 mortes. Confira o decreto completo: https://www.capitolio.mg.gov.br/publicos/reabertura_parcial_cAnions_24042018.pdf


 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia